Páginas

9 de mai de 2013

Total Dependência - Jonathan Edwards



Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus.

- Efésios 2:8 -


Há uma dependência absoluta e universal dos remidos para com Deus. Os remidos são em tudo diretamente, imediatamente, e totalmente dependentes de Deus. Eles são dependentes dEle para tudo, e são dependentes Dele em todos os sentidos. Os redimidos têm todo o seu bem provindo Dele e sem Ele nenhum bem há neles. Deus é o grande autor do mesmo. Não há nenhum mérito nos redimidos.


Deus é a primeira causa dele, de todo bem nos redimidos, e não somente isso, mas Ele é a única causa adequada. É da parte de Deus que temos o nosso Redentor. É Deus que providenciou um Salvador para nós. Jesus Cristo não é apenas de Deus em Sua pessoa, pois Ele é o Filho Unigênito de Deus, mas Ele vem de Deus, como também estamos tão somente interessados ​​nele e em seu trabalho de Mediador. Ele é o presente de Deus para nós. Deus o escolheu e ungiu, nomeando Ele, Sua obra, e enviando-O ao mundo. Como é Deus que dá, por isso é que Deus aceita o Salvador (não por nada que há em nós). Ele dá o comprador, e Ele dá a coisa comprada.


É de Deus que Cristo torna-se  nosso, que somos levados  a Ele (por Deus) e então unidos a ele pela ação soberana de Deus. É de Deus que recebemos a fé para crermos e nos apegarmos a ele, para que possamos ter interesse nele: "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus" (Efésios 2: 8).


É pela ação de Deus que na realidade recebemos todos os benefícios que Cristo adquiriu. Ele é o Deus que perdoa e justifica e impede com isso de irmos para o inferno como merecemos, e em seu favor os redimidos são recebidos quando são justificadas. Por isso, é Deus que liberta do domínio do pecado, nos purifica de nossa imundície e nos transforma de nossa deformidade.

Jonathan Edwards (1703-1758)  - “God Glorified in Man’s Dependence.”

1 comentários:

Luciano dos Santos Gonçalves disse...

"Isso não vem vós" Graças a Deus!

10 de maio de 2013 00:25

Postar um comentário

 
Jonathan Edwards | by ©2010