Páginas

15 de mai de 2013

Nosso consolo no eterno louvor – Jonathan Edwards



E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina. - Apocalipse 19:6.


Pode ser uma questão de grande conforto pensar a cada instante aqui que você irá gastar sua eternidade com os santos no céu, onde juntos o seu “trabalho” será louvar a Deus.

Os santos aqui desejam todo o tempo louvar a Deus e, muitas vezes, estão prontos a dizer que muitas vezes desejam louvá-lo mais e que nunca podem louvá-lo o suficiente. Este pode ser então um grande consolo para você, se você está entre estes, que você terá toda a eternidade para louvá-Lo.


Os santos na terra desejam acima de tudo  louvar a Deus melhor. Este, portanto, deve ser o seu consolo diário, que no céu o  teu coração estará aumentado em tua capacidade e você estará habilitado para louvá-Lo de uma forma imensamente mais perfeito e sublime do que você pode fazer neste mundo.


Você não será incomodado com um coração assaltado por frieza, encargos do pecado, e de uma mente terrena, com um errante e coração instável, com tanta escuridão e tanta hipocrisia assediando. Você será um dentro da vasta assembléia que irá louvar a Deus com tanto fervor que a sua voz será "como a voz de muitas águas e com a voz de fortes trovões" - Apocalipse 19:06


É um consolo meditar agora que em breve você estará com aqueles que são capazes de louvar a Deus dez mil vezes melhor do que os santos na terra. Milhares e milhares de anjos e santos glorificados estarão em torno de você, todos unidos a você em imenso amor, todos dispostos a louvar a Deus, não só pelo que Deus fez neles e é para eles, mas por  Sua misericórdia para com você.

"Heaven” 917 - Jonathan Edwards ( 1703-1758 ).

0 comentários:

Postar um comentário

 
Jonathan Edwards | by ©2010