Páginas

11 de ago de 2010

O Propósito do Mundo Moral - Jonathan Edwards


O fim supremo do mundo moral é o fim supremo do mundo inteiro

Proposição 4. - O que a Palavra de Deus apresenta como o seu fim supremo em relação ao mundo moral ou à parte inteligente do sistema é o fim último de Deus na obra da criação em geral. Isso porque a constituição do mundo em si e a Palavra de Deus, deixam claro que a parte moral é o fim de todo o restante da criação.

A parte inanimada e ininteligente é feita para a parte racional do mesmo modo que uma casa é preparada para os seus moradores. E fica claro também, pela razão e pela Palavra de Deus, que é em razão de algum bem moral nos agentes morais que estes são criados e que o mundo é criado para eles. Evidentemente, qualquer que seja o fim último dessa parte da criação, que é fim de todo o resto e para o qual todo o resto do mundo foi criado, este também deve ser o fim último da totalidade.

Se todas as outras partes de um relógio são feitas para os ponteiros do relógio com o propósito de movê-los corretamente, segue-se que o fim último dos ponteiros é o fim último do mecanismo na sua totalidade.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Jonathan Edwards | by ©2010