Páginas

16 de jan de 2010

O Poder de Deus Opera Tudo - J. Edwards





Recebemos tudo proveniente do poder de Deus. A redenção do homem é mencionada como obra do poder maravilhoso como também da graça. O grande poder de Deus se evidencia em trazer o pecador do seu estado vil, das profundezas do pecado e da miséria, para esse estado exaltado de santidade e felicidade: "Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo" (Ef 1.9).
Somos dependentes do poder de Deus em cada etapa de nossa redenção, e também para nos converter e transmitir a fé em Jesus Cristo e a nova natureza. Trata-se da obra da criação: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é" (2 Co 5.17); "Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus" (Ef 2.10). A criatura caída não pode obter a verdadeira santidade, senão sendo criada de novo: "E vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade" (Ef 4.24). E uma ressurreição dos mortos: "Nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dos mortos" (Cl 2.12). E uma obra de poder mais gloriosa que a mera criação, ou fazer ressurgir à vida um corpo morto, em que o efeito obtido é maior e mais excelente. Esta santa e feliz natureza, e a vida espiritual que é produzida na obra de conversão, é de um efeito muito maior e mais glorioso que a mera existência e a vida. O estado de onde a mudança é feita — uma morte no pecado, uma corrupção total da natureza e profundidade de miséria — é muito mais distante do estado obtido que a mera morte ou não-entidade.
Pelo poder de Deus, também somos preservados no estado de graça: "Que, mediante a fé, estais guardados na virtude de Deus, para a salvação" (1 Pe 1.5). Como a graça é, a princípio, proveniente de Deus, assim é continuamente proveniente dEle e mantida por Ele tanto quanto a luz do sol brilha na atmosfera o dia todo, desde o começo da alvorada. Os homens são dependentes do poder de Deus para todo o exercício da graça, para continuar essa obra no coração, subjugar o pecado e a corrupção, aumentando os princípios santos e permitindo a produção de frutos em boas obras. O homem é dependente do poder divino para levar a graça à perfeição, tornando a alma completamente amável na semelhança gloriosa de Cristo e enchendo-a com uma satisfatória alegria e bem-aventuranças; e também para a ressurreição do corpo à vida, a esse estado perfeito, que será adequado para habitação e meio para a alma tão perfeita e abençoada. Estes são os efeitos mais gloriosos do poder de Deus que são vistos em uma série de seus atos com respeito às criaturas. 

O homem era dependente do poder de Deus em seu primeiro estado, mas hoje ele é mais dependente desse poder. Ele precisa do poder de Deus para fazer mais coisas e depende de um exercício mais maravilhoso do seu poder. Tratava-se de um propósito do poder de Deus tornar o homem santo no princípio, mas é mais notável hoje, porque há muita oposição e dificuldade no processo. Tratava-se de um propósito mais glorioso de poder tornar o homem santo, que era tão depravado e vivia sob o domínio do pecado, do que outorgar santidade onde antes não havia. Tratava-se de uma obra mais gloriosa de poder salvar a alma das mãos do Diabo e dos poderes das trevas e levá-la a um estado de salvação, do que outorgar santidade onde não havia posse anterior ou oposição: "Quando o valente guarda, armado, a sua casa, em segurança está tudo quanto tem. Mas, sobrevindo outro mais valente do que ele e vencendo-o, tira-lhe toda a armadura em que confiava e reparte os seus despojos" (Lc 11.21,22). Portanto, tratava-se de uma obra mais gloriosa de poder sustentar a alma num estado de graça e santidade e levá-la avante até ser glorificada, quando há tanto pecado permanecendo e reinando no coração resistente e Satanás com todo o seu poder opositor, do que deveria ter sido impedido ao homem cair no princípio, quando Satanás nada tinha no homem. Assim mostramos como os redimidos são dependentes de Deus para o seu próprio benefício, visto que tudo provém dEle.

Em segundo lugar, os homens também são dependentes de Deus para tudo, visto que têm tudo através dEle. Deus é o Meio, como também o Autor e a Fonte. Tudo que temos — sabedoria, perdão de pecado, livramento do inferno, aceitação no favor de Deus, graça e santidade, bem-estar e felicidade verdadeiros, vida eterna e glória — é proveniente de Deus por um Mediador. Este Media dor é Deus; através desse Mediador nós temos dependência absoluta, assim como através dEle recebemos tudo. De forma que esta é outra maneira na qual temos nossa dependência de Deus para todo o benefício. Deus não apenas nos dá o Mediador e aceita sua mediação e do seu poder e graça concede as coisas compradas pelo Mediador, mas também Ele, o Mediador, é Deus. 

O que temos por compra são as nossas bênçãos. A compra foi feita por Deus, as bênçãos são compradas por Ele e Deus dá o comprador. Não apenas isso, mas Deus é o Comprador. Deus é o Comprador e o preço, pois Cristo, que é Deus, comprou estas bênçãos para nós, oferecendo-se como o preço de nossa salvação. Ele comprou a vida eterna pelo sacrifício de si mesmo: "Oferecendo-se a si mesmo..." (Hb 7.27); "Uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo" (Hb 9.26). Na realidade, foi a natureza humana que foi oferecida, mas era a mesma pessoa com o divino e, portanto, foi um preço infinito. 

Como temos nosso benefício através de Deus, temos a dependência dEle num aspecto que o homem em seu primeiro estado não tinha. O homem devia ter vida eterna através de justiça própria, de forma que tinha dependência parcial do que estava nele. Te mos dependência daquilo que, através do qual, temos nosso benefício, como também daquilo proveniente do qual a temos. Embora a justiça do homem da qual ele dependia fosse realmente proveniente de Deus, não obstante era dele mesmo, estava inerente em si, de forma que sua dependência não era tão imediatamente de Deus. Mas hoje a justiça da qual somos dependentes não está em nós mesmos, mas em Deus. Somos salvos através da justiça de Cristo: Deus. Ele nos "foi feito por Deus [...] justiça". A respeito disso está profetizado em Jeremias 23.6 incluído neste nome: "O Senhor, Justiça Nossa". A justiça pela qual somos justificados é a justiça de Cristo, é a justiça de Deus: "Para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus" (2 Co 5.21). Assim, na redenção não só temos todas as coisas provenientes de Deus, mas por e através dEle: "Todavia, para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele" (1 Co 8.6).

Em terceiro lugar, os redimidos têm todo o seu benefício em Deus. Não apenas temos todo o benefício proveniente dEle, mas consiste nEle todo o nosso bem. O bem dos redimidos é ou objetivo ou inerente. Por bem objetivo quero dizer o objeto extrínseco, na posse e prazer do qual os redimidos estão satisfeitos. O seu bem inerente é a excelência ou prazer que está na própria alma. Com respeito a ambos os aspectos, os redimidos tem todo o benefício em Deus, ou, que é a mesma coisa, o próprio Deus é todo o benefício deles.


7 comentários:

Arnaldo Ribeiro disse...

REVELAÇÃO/EXORTAÇÃO
Urge difundirmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo já vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber em sí, criando Irmãos Espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõe o título do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos já podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE ESSA AÇÃO DE CRISTO: (LC.4.21) – Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (JB.14.17) – O Espírito da verdade que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis; porque Ele habita convosco e estará em vós. – Regozijemo- nos ante a presença do Nosso Senhor, e façamos jus ao poder que o Filho do Homem traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

(MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FÔRA NÃO HAVER NASCIDO:

E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ:

(MC.14.41) – Chegou a hora, o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores: E hoje, quem quiser interagir com o Filho do Homem Imortal, e participar da obra comum da nossa criação, deve buscar outros fundamentos na “Bibliogênese de Israel”, que já está disponível na internet (Editora Biblioteca 24x7). E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta...

9 de julho de 2010 15:10
Arnaldo Ribeiro disse...

GN.49.1) – AJUNTAI-VOS E EU VOS FAREI SABER O QUE VOS HÁ DE ACONTECER NOS TEMPOS VINDOUROS:(TB.12.6) – BENDIZEI AO DEUS DO CÉU, E DAÍ-LHE GLÓRIA DIANTE DE TODOS OS VIVENTES, POR TER USADO CONVOSCO DA SUA MISERICÓRDIA: O seu poder há de espiritualizar as almas de todos os Homens de bom senso, e de todas as Mulheres de boa fé; que alcançaram a verdade cientifica revelada na “EXORTAÇÃO DO SABER”; e que também já passaram a interagir com o Cristo Vivo, ao publicarem o chamamento que o nosso Pai Comum tem feito aos Filhos e Filhas do amor eterno, e que já começaram a renascer espiritualmente para a vida eterna.

Aqueles que buscaram as boas novas na “Bibliogenese de Israel”, já vislumbraram a herança espiritual que a Providência Divina nos legou, e também já saberão se auto-reciclar na Lei do Senhor que nos impõe a recomposição da literatura bíblica, para formar os Cristãos Conscientes que hão de consumar a Profecia Sagrada, conforme já tem sido demonstrado, assim:

(EX.) – O SEGUNDO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO ÊXODO: OS DESCENDENTES DE JACÓ NO EGITO. Estas 60 letras e 5 sinais recompostos, revelam que: É O CONJUNTO DE EX-SEGRÊDOS: O LEGADO DE VIDA CÓSMICA E O DESTINO DOS HOMENS.

Outro exemplo:

(JR) – JEREMIAS: A VOCAÇÃO DE JEREMIAS. São 26 letras e 3 sinais que dizem: CRIEI A AÇÃO DO SER: VEJAM E SEJAM.

(JB.29.22) - RECEBEI O ESPÍRITO SANTO! (1CO.11.1) – SEDE MEUS IMITADORES COMO TAMBÉM EU SOU DE CRISTO.

(Na verdade, Deus nos concedeu o livre arbítrio, a fim de que pudessemos agir tanto divinamente, como diabolicamente; segundo a nossa formação, na proporção da nossa graça em Cristo Jesus).

9 de julho de 2010 15:12
Arnaldo Ribeiro disse...

O ESPÍRITO DOS SANTOS PROFETAS DESPERTA OS DISCIPULOS DO CRISTO VIVO, REVELANDO O QUE ESTÁ ESCONDIDO NAS PARÁBOLAS BÍBLICAS: (RM.9.1) – Digo a verdade em Cristo, não minto, testemunhando comigo, no Espírito Santo, a minha própria consciência:
(MT.15.18) – E chamando Jesus os seus discípulos, disse: (MC.14.41) Ainda dormis e repousais? Basta! (LC.8.10) - A vós outros é dado conhecer os mistérios do reino de Deus; aos demais, fala-se por parábolas, para que, vendo, não vejam, e, ouvindo, não entendam: (2CO.10.7) – Observai o que está evidente, na recomposição das 116 letras e dos 4 sinais, que compõem esta parábola:
(AP.2.7) – QUEM TEM OUVIDOS OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ ÀS IGREJAS:AO VENCEDOR DAR-LHE-EI QUE SE ALIMENTE DA ÀRVORE DA VIDA, QUE SE ENCONTRA NO PARAÍSO DE DEUS:
(LC,20.17) – Que quer dizer, pois, o que está escrito? Quer dizer que hoje podemos ler, entender e saber ensinar que:
AGORA O CRISTO VIVO ESCREVE ENSINANDO O HOMEM A SER DE DEUS: QUER QUE O ESPÍRITO QUE É DONO DA VERDADE, ESPIRITUALIZE A ALMA QUE É DONA DA JUSTIÇA:
(JB.14.1) – Não se turbe o vosso coração, credes em Deus, crede também em mim; (EC.12.14) – porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até mesmo as que estão escondidas, quer sejam boas quer sejam más. (JB.21.14) – Este é o discípulo que dá testemunho destas cousas e que as escreveu, e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro; (IS.28.26) pois o seu Deus assim o instrui devidamente e o ensina.

9 de julho de 2010 15:14
Arnaldo Ribeiro disse...

O ALTISSIMO JÁ FAZ JUSTIÇA NA TERRA COM A DESTRA DO CRISTO:
(JR.33.2) – Assim diz o Senhor que faz estas cousas, o Senhor que as forma para as estabelecer (Senhor é o seu nome): (JÓ.9.19) Se se trata da força do Poderoso, ele dirá: Há meio século eu me tornei escravo da liberdade do meu próprio Ser em Cristo, empenhado em esquadrinhar o Tratado Bíblico, no afã de me preparar como Guia dos Guias espirituais, para poder conduzir o povo de Deus à terra prometida. Tenho testado as almas nessa fé, e muitas terão dificuldades em alcançar a relevância dessa obra, dado a sua complexidade aliada à descrença reinante nessa terra pagã e sem futuro. Mas Deus é testemunho de que é com a mais pura das intenções que exorto o estudo acurado da nossa bibliogênese; porque sei que essa humanidade infiel e pervertida, já não poderá subsistir sem o conhecimento que Jesus nos passa através dela.
(LV.17.12) – Portanto, tenho dito aos filhos de Israel: (SL.5811) – Na verdade, há recompensa para o justo, há um Deus, com efeito, que julga na terra: (1CO.9.3) – A minha defesa perante os que me interpelam é esta: É o Espírito Santo que revela ao mundo o ex-segredo guardado nas 98 letras e 7 sinais desta parábola:

(NM.16.28) – ENTÃO, DISSE MOISÉS: NISTO CONHECEREIS QUE O SENHOR ME ENVIOU A REALIZAR TODAS ESTAS OBRAS, QUE NÃO PROCEDEM DE MIM MESMO:

(MC.14.27) – Todos vós vos escandalizareis porque está escrito:

E CRISTO DIZ AOS HOMENS CONSCIENTES: ESTÃO VENDO QUE ESSE SER É MEU ESPÍRITO EM ARNALDO RIBEIRO, NAS MÃOS DO HOMEM QUE AMA.

(GL.4.16) – Tornei-me, porventura, vosso inimigo, por vos dizer a verdade? (JÓ.19.4) – Embora haja eu, na verdade, errado, comigo ficará o meu erro. (1CO.4.3) – Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós ou por tribunal humano, nem eu julgo a mim mesmo; (1CO.4.3) – porque se julgássemos a nós mesmos, não seriamos julgados. (2CO.5.10) – Importa que compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo.(HB.10.30) – Óra, nós conhecemos Aquele que disse: A mim pertence a vingança, Eu retribuirei.

9 de julho de 2010 15:15
Arnaldo Ribeiro disse...

BUSCANDO ÈLOS ESPIRITUAIS DA CRISTANDADE:
(SL.66.16) – Vinde, ouvi, todos vós que temeis à Deus, e vos contarei o que Ele tem feito por minha alma: Na verdade, o nosso Criador já consagrou essa Criatura louca, que se auto-criou como “o primeiro elo espiritual de Deus da nova era”, pelo poder da sua fé consciente, e que vem agindo como tal para religar o céu e a terra, para unir os irmãos espirituais em Cristo, trabalhando na obra comum da nossa criação.
Com 60 letras e 6 sinais os Profetas escreveram na Bíblia:

(2SM) – O SEGUNDO LIVRO DE SAMUEL: DAVI RECEBE A NOTICIA DA DERROTA E MORTE DE SAUL:

Com estes mesmos caracteres escreveram na Bibliogênese:

DEUS TEM SEU ELO DE VERDADE NA VIDA: ARNALDO RIBEIRO AGE E LUTA COMO CRISTO:

Agora eu também já formalizo esta Convocação Divina, recompondo as 48 letras e os 5 sinais deste título bíblico, assim:

(LM)–LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS: JERUSALÉM, DESTRUIDA E DESOLADA:

Meus Irmãos de fé:

SEJAM ÈLOS DE MIM NA TERRA, SERÃO LEALDADE E JUSTIÇA DE DEUS:

(MT.25.37) – Então perguntarão os Justos: Até quando os manipuladores da mídia se comportarão como cegos, surdos e mudos, ante à incontestável presença de Jesus Cristo entre nós, a despeito das evidências expostas na internet? Até quando privarão o grande público desse saber viver em Cristo, perpetuando a ignorância, a exploração desavergonhada, e o sofrimento do nosso povo? (1CO.1.20)– Onde está o sábio? Onde o escriba? Onde o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?(JÓ.19.7) - Eis que clamo: Violência! Mas não sou ouvido: Grito: Socorro! Porém não há Justiça! (JÓ.21.14) - E são estes os que disseram è Deus: Retira-te de nós! Não desejamos conhecer os teus caminhos; (1PE.4.5) – os quais hão de prestar contas Àquele que é competente para julgar vivos e mortos! (LC.11.17) – E sabendo ele o que se lhes passava pelo espírito, disse-lhes: (MT.17.17) – Ó geração incrédula e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando vós sofrerei? (MT.26.54) – Como, pois, se cumpririam as escrituras, segundo as quais assim , deve suceder? (LC.825) – Onde está a vossa fé?

9 de julho de 2010 15:17
Arnaldo Ribeiro disse...

O SABER LER A SI:
(ES.12.1)
(AP.13.18) – AQUI ESTÁ A SABEDORIA: AQUELE QUE TEM ENTENDIMENTO CALCULE O NUMERO DA BESTA, POIS É NÚMERO DE HOMEM: ORA ESSE NÚMERO É SEISCENTOS E SESSENTA E SEIS: (AR.119.9)

(ISRAEL é o nome do Homem que sabe LER A SI no Espírito Bíblico: Aqui o saber acaba com as cogitações infundadas que existiam acerca do número 666 do Apocalipse, pois o que está escondido nas 131 letras e 10 sinais que compõem o texto acima, é isto):

ARNALDO RIBEIRO É ISRAEL: É O HOMEM QUE NASCEU NO CÉU, QUE AMA E SABE TESTAR AS ALMAS NO SEU NOME: E ELE ENTENDE QUE CRISTO TESTA DEUSES E DIABOS NESSE MESMO ESPÍRITO. (IL.131.7)

(Matéria transcrita da página 138 de “A Bibliogênese de Israel”)

9 de julho de 2010 15:18
Arnaldo Ribeiro disse...

REPATRIANDO PARA JERUSALÉM O POVO DE ISRAEL QUE PERMANECIA EXILADO NA BABILÔNIA ATÉ O DIA 30.09.1985:
Até então poucos entendiam o significado disto: (AP.17.5) – BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA:(IS.16.14) – AGORA, PORÉM, O SENHOR FALA E DIZ: (LE.1.12) – EU, O PREGADOR, VENHO SENDO REI DE ISRAEL EM JERUSALÉM; (JÓ.34.30) – PARA QUE O IMPIO NÃO REINE E NÃO HAJA QUEM ILUDA O POVO: (JR.29.20) – OUVI, POIS. A MINHA PALAVRA, TODOS VÓS, OS QUE ENVIEI DE JERUSALÉM PARA O EXILIO DA BABILÔNIA; (1PE.4.17) – PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUÍZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA: (LV.17.12) PORTANTO, TENHO DITO AOS FILHOS DE ISRAEL: Agora todo mundo entenderá que os donos da mídia, os ateus, e todos os desalmados que escondem da nossa gente a herança que o poder da fé tem legado aos futuros Cristãos, através da Bibliogênese de Israel; JÁ PASSARAM A SER PECADORES CONSCIENTES, pois sabem que perpetuam a ignorância dos inconscientes babilônicos, que continuarão praticando o mal da mentira, da idolatria, da imoralidade, da prostituição, dos casamentos ilícitos, do aborto, da corrupção, da injustiça, da violência e de muitos outros pecados abomináveis; que têm infernizado a vida terrena: Todavia, é dessa forma também, que já reiniciamos o repatriamento dos Seres Vivos para Jerusalém - a terra prometida -, segundo a soberana vontade De Deus; (1CO.15.45) – POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO:(AP.18.10)– AI! AI! TU, GRANDE CIDADE, BABILÔNIA, TU PODEROSA CIDADE !, POIS EM UMA HORA, CHEGOU O TEU JUIZO:(2CO.10.7)–OBSERVAI O QUE ESTÁ EVIDENTE, no âmago dessa parábola: (JR.50.46) – AO ESTRONDO DA TOMADA DE BABILÔNIA, ESTREMECEU A TERRA; E O GRITO SE OUVIU ENTRE AS NAÇÕES:
(São 72 letras e 4 sinais que gritam):
DEUS TESTOU A GENTE NA VIDA ETERNA DE SÁBIO, E EU TESTO O CORAÇÃO SEM AMOR:
ARNALDO RIBEIRO

27 de setembro de 2010 15:20

Postar um comentário

 
Jonathan Edwards | by ©2010